O Bitcoin soma 0.03% ao PIB do Japão

PIB do Japão

Analistas da gigante financeira Japonesa Nomura descobriram que o Bitcoin pode estar contribuindo tanto quanto 0,3% para o PIB do Japão. Em nota de um cliente traduzida pelo Business Insider, Yoshiyuki Suimon e Kazuki Miyamoto elogiaram os efeitos positivos nos gastos dos consumidores, resultado do grande número de japoneses que possuem Bitcoin.

O otimismo capitaliza o Japão com Bitcoins, e deu ao país o primeiro lugar em adoção do Bitcoin assim como também em criar as bases regulatórias para implementar o Bitcoin na economia no futuro.

Seguindo a afirmação dessa base legal, o preço do Bitcoin subiu de maneira que Nomura sugeriu que isso poderia ter um efeito significante no PIB do Japão.

O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer sejam países, estados ou cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano etc). O PIB é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia com o objetivo de quantificar a atividade econômica de uma região.

Na contagem do PIB, considera-se apenas bens e serviços finais, excluindo da conta todos os bens de consumo de intermediário. Isso é feito com o intuito de evitar o problema da dupla contagem, quando valores gerados na cadeia de produção aparecem contados duas vezes na soma do PIB.

“A extensão desse aumento em investimentos dificilmente pode ser ignorado,”.

O sentimento se contrasta com o novo Doom-mongering que apareceu nas grande mídia nos EUA nesta semana. Dennis Gartman e o minerador de ouro e CEO Sean Boyd disseram a CNBC na semana passada que investidores vão retornar ao ouro assim que a volatilidade do Bitcoin se comprovar muito alta para eles.

E ainda Gartman previu uma queda para a baixo de US$5.000 para o BTC, mas não soube especificar quando isso ocorreria.

E por outro lado, neste mês, bancos centrais da Poland e Denmark emitiram notas avisando consumidores para não investirem em criptomoedas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *